sexta-feira, fevereiro 17, 2006

Transcomunicação instrumental!!!


Lá está você de madrugada com uma bruta insônia, revirando na cama sem conseguir nem cochilar. Então, liga a TV para ver se tem algo de bom... Mas a maldita emissora já terminou a programação e está fora do ar com aquela chiadeira característica.

De repente uma imagem aparece no meio dos chuviscos e você "quase" ouve alguém dizer "oi"... Essa imagem não estava nítida, mas te lembra alguém do passado... Alguém que já foi dessa para melhor.

Se isso já aconteceu significa que você pode ter tido uma experiência transcomunicativa com o além.

A transcomunicação instrumental(TCI) ou electronic voice phenomena(EVP) basicamente é a comunicação entre vivos e mortos por meio de equipamentos eletrônicos.

Como surgiu essa idéia?

O principio de tudo foi uma declaração de Thomas Edson (o tal do criador da lâmpada elétrica) dizendo que se conseguisse criar um aparelho sutil o suficiente para que pudesse ser manipulado pelos que já partiram, o intercambio ocorreria. Lendas urbanas dizem que ele chegou a fazer um protótipo do tal aparelho.

Primeira fotografia conhecida de Thomas Edison

Ao longo dos anos, alguns cientistas se interessaram pelo tema e iniciaram suas próprias pesquisas.

Um deles, Friedrich Jürgenson, acidentalmente se envolveu com a TCI quando gravava sons de pássaros. Quando foi ouvir a gravação percebeu que havia vozes humanas. Achou estranho por que não havia ninguém lá além dele. Repetiu várias vezes as gravações e o fato persistiu.


Chegou até a escrever um livro chamado "Vozes do espaço". Até o momento ele não teve a idéia de associar as vozes com os mortos. Continuou a fazer esse processo até que, um belo dia, reconheceu a voz de sua falecida mãe lhe chamando por um apelido carinhoso. Foi então que a ficha caiu..."aquelas vozes eram de pessoas mortas"

Buscou se aprofundar no tema e conheceu pessoas que possuíam os mesmos anseios.
Só para vocês terem a idéia a importância do cara na época... Ele até recebeu uma comenda pelo Papa Paulo VI por suas pesquisas!

A igreja católica reconhece e aceita esse tipo de comunicação.


Como posso me iniciar na TCI?

Hoje em dia é muito fácil se aventurar por esses caminhos. Apesar da TV ser um vinculo com o além, se torna muito difícil identificar se a imagem que aparece nos chuviscos é um espírito ou Dercy Gonçalves em um filme qualquer. E como todos sabem Dercy Gonçalves é imortal!

A melhor forma de seguir pela TCI é através de gravações de vozes. Um computador ajuda muito, principalmente pelos recursos que nos oferecem. O próprio gravador de voz que vem no Windows nos dá recursos como reversão de voz que ajuda bastante. Claro que a qualidade da gravação não vai ficar boa. Muitos ruídos e chiados. Então você vai procurar por programas mais elaborados, com bons filtros... Melhores microfones... No fim vai estar tão envolvido que escreverá um livro e ganhará milhões... Não é divertido?

As vozes dificilmente são nítidas. Nem sempre são numa língua que você conhece. Podem estar de trás para frente. Podem não ter nenhuma lógica gramatical... Mas o que é que você queria? A intenção não é se comunicar com o além? E o além não é beeeeeeeeeeeeem além? Então não dá pra esperar que as coisas chegassem de mão beijada para a gente. Se fosse simples a coisa seria tão divulgada que provavelmente o Jornal da Globo seria assim:

"Boa noite!

O Papa João Paulo II acaba de falecer. Nossos repórteres sobrenaturais acabam de conseguir uma entrevista exclusiva.

-Papa...Como está se sentindo finalmente se dirigindo para o paraíso?

-É... Estou meio decepcionado. Achei que teria algum privilégio devido a minha posição, mas estou enfrentando essa fila interminável como um qualquer... E pra piorar resolvi morrer logo depois de uma festinha que uma brasileira deu... Uma tal de Renata. A fila aumentou consideravelmente! "


Como nem tudo é diversão, tem aqueles contrários que dizem ser impossível esse tipo de comunicação. Existem outros fenômenos que podem trazer esse tipo de efeito.

Um deles é a "modulação cruzada". Seu gravador pode apenas ter captado uma estação de rádio e as vozes ouvidas serem trechos de programação.

Outro deles é a "Apofenia". Sabe aquela história de tocar o disco da Xuxa ao contrário e ouvir a voz do Demônio? Na verdade você é induzido a ouvir várias vezes a mesma gravação tentando encontrar um padrão até que consegue. Minha vó tem uma capacidade apofênica absurda! Quando o papagaio dela fala:

-Grrrahhhh

Ela diz:

-Vocês viram? Ele pediu biscoito com manteiga! Isso que é papagaio esperto!

Tudo, meus amigos...É uma questão de crença!

PS:Recentemente um filme com o tema foi feito... Não é lá muito bom, mas se você puder pegar o DVD e ver os extras acaba sendo vantajoso. "Vozes do além"


12 comentários:

Angela disse...

De fato é um tema bem controverso...

Esse filme (Vozes do além)perdeu um pouco a mão do assunto mesmo...

Eu acredito que essas comunicações possam de fato acontecer, mas acho que elas acontecem ao acaso, e não quando uma pessoa se dispõe a fazê-las...

Edmilson disse...

Seguindo a lógica da Gê, é como o preso que tem direito a uma ligação.

No caso, o espírito só pode ligar de vez em quando.

Mônica (Moniquita) disse...

Gostei da matéria Claúdio..

Já li várias coisas sobre isso.

Mas não tenho muita coragem pra tentar isso aqui em casa não.
Eu conheço muito médiuns psicofônicos o que também é algo muito interessante..
Muito boa a matéria, como sempre.
Parabéns!

Sandra Rzatki disse...

Muito legal o tema.......muitas controvérsias pra variar qdo se fala de assunto sobrenatural.....


tá 10 o "blag"....

Aninha CS disse...

Nossa, Claudio...
Arrebentou!

Esse assunto é mto extenso, se formos parar pra pensar em todas as "hipóteses...", ficaríamos aki por louco tempo..rs

tekka disse...

Mto bom o texto..acho mesmo que a transcomunicaçao instrumental pode ser um tema bastante polemico..Nao gostei mto do filme..fugiu mesmo do assunto

Luiz Roberto Turatti disse...

O PAPA E A FALACIOSA “TCI”

De fato Paulo VI condecorou Friedrich Jürgenson “com a comenda da Ordem de São Gregório Magno”, mas, na VERDADE!, pela produção de um “artístico filme”, intitulado “O Túmulo e a Sé de São Pedro”, e não exatamente “por conta das suas (pretensas) descobertas na área da (falaciosa) transcomunicação instrumental” – a “TCI” –, mais esse ramo da charlatanice espírita.

Portanto, Friedrich Jürgenson, autor do quixotesco livreco de crendices espiritóides “Os espíritos se comunicam por gravadores”, no qual calunia, injuria e difama o Papa e a Igreja com esta versão – COVARDE! – não tem credibilidade, nenhuma.

É oportuno dizer que nesta ocasião (da entrega da comenda) a “motoniveladora” Professor Doutor Padre Oscar González-Quevedo, S.J. (http://www.clap.org.br), já começava a despontar como expoente da Parapsicologia no mundo, de modo particular na América Latina – especialmente no Brasil, e, conseqüentemente a incomodar aos canalhas manipuladores de consciências que, aliás, até hoje, ainda fazem lavagem cerebral em ricos e pobres, cultos e ignorantes.

Como já se sabe através da imprensa e de muitos especialistas, apesar de “criado na França, o espiritismo deu certo apenas no Brasil, onde a doutrina mística com pretensões científicas é culto da classe média”.

Pobre Brasil, até quando?!

LUIZ ROBERTO TURATTI
(http://www.usinadeletras.com.br/exibelotextoautor.phtml?user=TURATTI).

________________________________________

“Fora da VERDADE não existe CARIDADE nem, muito menos, SALVAÇÃO!”

Lala disse...

Renata vai dominar o mundo... O.o
Espiritual, é claro...

Anônimo disse...

Pois é,mas o Padre Quevedo,deveria éra ser formado por
uma Universidade isenta,nestes assuntos religiosos,óra bolas,Este
defende os intereçes da sua Igreja,um cientista não deveria ter
isenção ?...vejam neste link,a universidade que estudou,se formou o
Padre Quevedo,é Católica,da Igreja---> http://www.upcomillas.es/prese
ntacion/pres_hist.aspx?nivel=3&id=90

o Sr.Luiz Roberto Turatti,com todo respeito,deveria
éra ter um pouco mais de isenções também,pois se percebe
claramente que é um adépto fervoroso da Santa Igreja Católica.
O espiritismo,pelo contrario doque voce diz,tem este a maioria
de seus adéptos pessoas letradas e de grandes culturas e saber,
são muitos:Juizes,Dr.Advogados,Médicos,Pisiquiatras,Pisicólogos,
Engenheiros,Peritos,e tantas outras pessoas cultas e de grande
saber e entendimento,eu não tenho muito estudo formal,mas percebo
isto,e a impreção ,em mim que fica de voce,quando os chama de
canalhas,quando espreça-se,é de uma pessoa estremamente doente e
infeliz.Que Deus o possa agraciar com o saber ,eo entendimento
legitimo,e que possas respeitar os outros .Eu sou livre pensador,
não tenho religião,e acho que em ciência deve haver isenção religiosa,
para mim o Padre Quevedo,é um Padre da Igreja Católica,e foi treinado
e veio a serviço para o Brasil,por isso e outras rasões,acredito que,
que a comunidade Espirita se rien do Quevedo,pois este é expoente
da Parapsicologia,apenas na cabeça dos católicos,e tantos anos no Brasil,
com o estudo que dizem este ter,não aprendeu ainda falar corrétamente
nóssa lingua,e fala `´non excziste´´a mim que não tenho religião me divirto muito,
quando o assisto,e acho até que este deveria éra trabalhar no
programa do Ratinho,e leva-lo junto de assessor,voce é engraçado também.
Jota Pedroso Rio grande do Sul

Luiz Roberto Turatti disse...

A transcomunicação instrumental (TCI), que o senhor avaliou em seu quadro no “Fantástico”, foi explicada como um fenômeno parapsicológico – ou seja, influência da mente. O senhor também já disse que os fenômenos parapsicológicos não podem ter hora marcada. Mas, em alguns casos de transcomunicação, o fenômeno ocorre com hora marcada: as pessoas marcam dia, hora e local para a comunicação chegar. Como se explica isso?

Padre Oscar Quevedo
– Esse senhor se preparou para o debate por muito tempo. As palavras que ele esperava, “Ramatis Presente”, são as mesmas que ele já tinha apresentado em vários outros congressos, assim como as imagens, de modo que no programa, ele pretendeu enganar. E ficou claro que estava enganando, só que a Rede Globo, naquela oportunidade, não quis terminar o debate e anunciou que vai continuar. Vamos deixar de lado o uso da eletrônica, porque com a eletrônica se captam coisas de muito longe. Vamos simplificar, para sermos experimentadores. Com ele eu tirei uma caneta e coloquei em cima da mesa – está tudo filmado – e disse: “Vamos nos afastar a 50 metros de distância, junte todos os espíritos dos mortos e façam a caneta mexer”. A Parapsicologia internacional paga 10 mil dólares se ele mexer a caneta. Se não são capazes todos juntos de movê-la a mais de 50 metros dos vivos, por que andam dizendo que fazem quando querem? Isso é um fenômeno humano que precisa da energia corporal do vivo, perto, aqui e agora. Não age no futuro nem no passado. É uma energia realmente física.

Fonte: Parte da entrevista No Creo en Brujas (sobre fenômenos paranormais, religião, milagres e muito mais), concedida pelo Padre Quevedo (http://www.clap.org.br) ao jornalista Gilberto Schoereder, Editor-Chefe da revista Sexto Sentido, Ano 1, n.º 10, Abril de 2000, páginas 26 a 32.
___________________________________

“Fora da VERDADE não existe CARIDADE nem, muito menos, SALVAÇÃO!”

LUIZ ROBERTO TURATTI
(http://www.usinadeletras.com.br/exibelotextoautor.phtml?user=TURATTI).

Anônimo disse...

Claro que é energia puramente humana a TCI, a EVP, FVE, os Espíritos, são Espíritos Humanos, são vivos, e não mortos. Não existe o sobrenatural, é tudo natural seu padre. São apenas fenômenos naturais raros.Incomuns. Vamos estudar, na teoria e na pratica.

Anônimo disse...

Lamentamos a pobreza de fundamentação do Sr. Luiz Roberto Turatti. Um pesquisador e um estudioso muito se aproximam em seus conceitos, contudo, para um materialista absolutista, tudo o que não se acredita é motivo de gozação. Lastimável!